DICAS 

Quer aproveitar a madrugada para treinar?

Compartilhe

Veja todas as dicas para essa missão se tornar possível:

1. Não levante mais tarde no fim de semana >> Isso confunde seu relógio biológico, de acordo com Frank Scheer, neurocientista da Escola de Medicina de Harvard (EUA). Frank explica que mudar a hora de despertar das 6h da manhã para as 9h no sábado, por exemplo, tem o mesmo efeito de trocar de fuso horário, o que causa uma espécie de jet lag – é só lembrar de como os primeiros ou últimos dias do horário de verão são duros para a maior parte das pessoas.

2. Pegue leve >> A parte do cérebro que controla o relógio interno é evolutivamente desenhada para ajustar sua hora de acordar gradualmente com a mudança de estações. Frank recomenda ir para cama entre 30 e 60 minutos mais cedo e adiantar o despertador proporcionalmente, até chegar à sua meta de horário. E esperar pelo menos uma semana para se adaptar a essa hora ideal.

3. Elimine decisões matinais >> Humanos têm uma espécie de “fadiga decisória”. Nossa força de vontade é limitada, e a decisão de acordar cedo já exige muito dela. Elimine todas as decisões matinais possíveis na véspera, recomenda Stephen Graef, psicólogo esportivo da Universidade de Ohio (EUA). Deixe tudo decidido e o mais adiantado possível na noite anterior: a bike, a roupa que vai vestir, seu café da manhã e que treino fará.

4. Combine com alguém >> Um estudo recente apontou que praticantes de uma modalidade que se sentiam parte de um grupo tinham mais probabilidade de comparecer a treinos com regularidade, independentemente do horário. É mais fácil dar cano em si mesmo que em um amigo.

5. Sono em ciclos >> Seu corpo leva cerca de 90 minutos para fazer o ciclo completo entre o sono leve e o profundo, explica Shawn Stevenson, autor do livro Sleep Smarter [Durma Melhor, em tradução livre, sem versão em português]. Acordar no meio do ciclo dá aquela sensação de estar meio grogue. Shawn recomenda programar o alarme para garantir entre cinco e seis ciclos completos, o que daria entre sete e nove horas e meia de sono. 6. Use um alarme com emissão de luz Um estudo de 2014 do European Journal of Applied Physiology descobriu que as pessoas que foram gradualmente expostas à luz 30 minutos antes de acordar tiveram uma performance melhor em um teste de contrarrelógio de 4 km e também cravaram tempos de resposta melhor, o que é excelente se seu treino inclui trechos técnicos ou giro em pelotão.

Por: A. C. Shilton

Veja também